Consulte os resumos dos trabalhos apresentados no EDICC 5 nesta plataforma

Os resumos inscritos e aprovados no EDICC 5 estão disponíveis para consulta em plataforma digital que pode ser acessada pelo endereço https://proceedings.science/edicc-2018/

Além de reunir os 85 trabalhos que integraram a programação do nosso encontro, realizado entre 24 e 26 de abril, a plataforma permite a busca por palavras-chaves ou filtros, lista todos/as  os/as autores/as e traz também informações sobre como citar os textos. Confira:

 

print da página da plataforma realizada pela empresa Galoá. que reúne os resumos submetidos ao EDICC 5

A disponibilização dos resumos na plataforma foi realizada pela Galoá, empresa que desenvolve e oferece serviços voltados à organização de eventos científicos e que apoiou a realização do EDICC 5.

ATIVIDADE AO AR LIVRE: Re-existências sensíveis – técnicas de produção audiovisual afetadas pela floresta

Dia 24 de abril das 17 às 19h | Praça da Paz (em frente ao Labjor)

ATIVIDADE AO AR LIVRE: ARTE, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Re-existências sensíveis – técnicas de produção audiovisual afetadas pela floresta

O que pode uma divulgação científica e cultural que prefere não falar sobre a floresta, antes propor-se como encontro com as potências-floresta? Esta é uma proposta para experimentarmos coletivamente a produção de composições sensíveis (fotografias, colagens, performances etc.) que ativem relações entre artes, ciências, tecnologias e comunicações e que sejam capazes de celebrar potências-floresta, tais como: gerar encontros entre abundantes e diversos modos de existência (orgânicos, inorgânicos, naturais e sobrenaturais) em co-evolução e co-criação incessantes; instaurar infinitas e complexas relações sempre inacabadas; ativar forças de cura, contemplação e transformação; fazer mundos, constituir refúgios e afetar afirmativamente as dinâmicas da Terra nas mais diversas escalas; gerar um gigantesco arquivo vivo, sempre aberto à morte e renascença constantes… Tal celebração pede uma interação inédita entre as mais diversas práticas e abordagens daqueles que têm buscado ganhar intimidade com a floresta (artistas, filósofos, cientistas, jornalistas, educadores, escritores etc.) e exige de nós uma abertura para fazer do encontro um laboratório-ateliê de uma divulgação porvir. Compartilharemos técnicas no Laboratório-Ateliê da Revista ClimaCom e outras propostas criadas pelo grupo da disciplina “Arte, ciência e tecnologia”, do MDCC-Labjor-IEL-Unicamp que, neste semestre, se interroga sobre o que vem a ser fazer da floresta parceira de pensamento-escrita-pesquisa-divulgação. A disciplina conta com o apoio do grupo de pesquisa e criação multiTÃO (CNPq). A participação na atividade é livre.

Responsáveis: Angélica Lucía Mamián López; Carolina Scartezini; Ireô Lima; Glauco Roberto Silva; Érica Araium; Andressa Boel; Rodrigo Reis Rodrigues; Vaneza Macellari; Susana Dias (professora).

EDICC 5: confira as oficinas que serão realizadas nos dias 24 e 25 de abril

Descrição Geral:

Cada oficina terá duração máxima de 2 horas, com capacidade máxima para 20 participantes, seguindo a ordem de inscrição. As inscrições permanecerão abertas até a data do evento ou até o fim das vagas.

Programação:

    • Ativação do espectro eletromagnético por redes locais autônomas. Dia 24 (terça-feira), das 13h30 às 15h30, na Sala de aula do Labjor.
      SAIBA MAIS E INSCREVA-SE

 

 

 

  • Segurança digital e privacidade: como lutar pela sua e das próximas gerações? Dia 25 (quarta-feira), das 8h30 às 10h, na Sala de aula do Labjor.
    SAIBA MAIS E INSCREVA-SE

Oficina “Segurança digital e privacidade: como lutar pela sua e das próximas gerações? “

Dia 25 (quarta-feira), das 8h30 às 10h, Sala de aula do Labjor.

Descrição: A oficina debaterá a necessidade de garantir o direito à privacidade e à autodeterminação quanto ao uso de dados e os interesses em disputa no Brasil hoje diante das pressões da indústria de mineração de dados. Também apresentará ferramentas e dicas para proteção de dados pessoais de pessoas de todas as idades, incluindo a necessidade de proteção de dados na infância e o debate sobre a prioridade absoluta constitucional.

Ministrante: Marina Pita, jornalista que compõe a equipe de Advocacy do Programa Prioridade Absoluta do Instituto Alana; é coordenadora do Coletivo Intervozes e faz parte da organização da Cryptorave – o maior evento aberto e gratuito de criptografia e segurança do mundo.

INSCRIÇÕES

    Oficina - Segurança digital e privacidade: como lutar pela sua e das próximas gerações?

    Preencha os campos abaixo para realizar sua inscrição

    NECESSIDADES ESPECÍFICAS:

    [Se houver alguma necessidade específica para viabilizar sua participação, por favor, escreva no campo abaixo. Ex: Espaço para crianças, rampas de acesso etc]


    Cada oficina terá duração de 2 horas, com capacidade para 20 participantes, seguindo a ordem de inscrição. A confirmação da vaga será realizada por e-mail. Qualquer dúvida entre em contato: edicc@unicamp.br

    Oficina “Podcast: ciência para escutar”

     

    Dia 24 (terça-feira), das 16h às 18h, Sala de aula do Labjor.

    Descrição: Os oficineiros compartilharão experiências e dicas para auxiliar os participantes na criação de seus próprios podcasts de divulgação científica, considerando desafios de criatividade, técnica, produção, edição e divulgação de conteúdo.

    Ministrantes: Luciano Queiroz, criador do Dragões de Garagem, e Natália Nakamura, integrante do Scicast e portal Deviante.

    Para levar: fone de ouvido.

    VAGAS ESGOTADAS

    Se quiser deixar seu nome na lista de espera, envie um e-mail para edicc@unicamp.br com seu nome completo, e-mail de contato e o nome da oficina.

    Oficina “Escrever para resistir”

     

    Dia 24 (terça-feira), das 16h às 18h, e dia 25 (quarta-feira), das 8h às 10h, na Sala de Reuniões do Labjor.

    Descrição: a escritora e jornalista Mariana Paiva vai conduzir as/os participantes numa escrita comprometida com os temas de seu tempo, explorando diferentes gêneros literários e promovendo experimentações, tendo, como inspiração, textos poéticos e de prosa de escritoras e escritores brasileiros contemporâneos.

    Ministrante: Mariana Paiva. Escritora, jornalista e doutoranda em Teoria Literária pela Unicamp. Autora dos livros Barroca (P55 Edições, 2011), Lavanda (Kalango, 2014), Damário Dacruz: Um homem, uma surpresa (Edições ALB, 2015) e Canto da Rua (Penalux, 2016).

    Para levar: caneta/lápis e caderno ou bloco de anotações.

    VAGAS ESGOTADAS

    Para colocar seu nome na lista de espera, envie um e-mail para edicc@unicamp.br com seu nome completo, e-mail de contato, o nome da oficina (Escrever para resistir) e o horário de preferência (dia 24, das 16h às 18h, ou dia 25, das 8h às 10h).

    Oficina “Ativação do espectro eletromagnético por redes locais autônomas”

     

    Dia 24 (terça-feira), das 13h30 às 15h30, na Sala de aula do Labjor.

     

    Descrição: O espectro eletromagnético é uma potência ambiental que pode ser tecnicamente ativada para a comunicação sem fio e à distância (exemplos conhecidos são redes celulares, WiFi, Bluetooth e tantos outros). Vivemos imersos em um mar de ondas eletromagnéticas, que não percebemos diretamente com nossos sentidos, mas que podemos ativar para emitir e receber signos e mensagens. Este ativamento é produzido quando ondas eletromagnéticas tecnicamente moduladas são emitidas por uma antena, e recebidas por outra, formando assim uma ressonância interna ao sistema que elas (in)formam. A proposta desta oficina é de experimentação local e engajada com esta prática tecnopolítica de ativação do espectro eletromagnético. Isto será feito, durante a oficina, por meio de um hack: a instalação de firmwares livres (como piratebox, librarybox ou OpenWrt) em mini roteadores sem fios (WLAN TP-LINK MR3020 e WR703n). Dessa forma é possível produzir redes sem fio autônomas para compartilhamento de arquivos e outros serviços locais. A participação na oficina é livre, não é preciso ter conhecimento técnico prévio.

    Ministrantes: Daniela Araújo, Diego Vicentin, Gabriel Fedel, Pedro P. Ferreira

    Para levar: recomendamos que os participantes tragam drivers USB (pendrives) com capacidade de 16 ou 32GB. Notebooks e aparelhos celulares também podem ser úteis.

    INSCRIÇÕES

      Oficina: Ativação do espectro eletromagnético por redes locais autônomas

      Preencha os campos abaixo para realizar sua inscrição

      NECESSIDADES ESPECÍFICAS:

      [Se houver alguma necessidade específica para viabilizar sua participação, por favor, escreva no campo abaixo. Ex: Espaço para crianças, rampas de acesso etc]


      Cada oficina terá duração de 2 horas, com capacidade para 20 participantes, seguindo a ordem de inscrição. A confirmação da vaga será realizada por e-mail. Qualquer dúvida entre em contato: edicc@unicamp.br

       

      Saiu o cronograma de apresentações de trabalhos no EDICC 5, confira!

      Seguindo nosso calendário organizativo, nesta segunda-feira, dia 09 de abril, divulgamos os títulos e cronograma das apresentações de trabalhos que irão compor a programação do EDICC 5 nas modalidades Comunicações Orais e Relatos de Experiências.

      O cronograma já está incorporado na nossa programação e pode ser conferido na íntegra neste link.

      Teremos mais de 80 trabalhos apresentados em dez sessões de comunicações orais e outras nove de relatos de experiência!

      Se você submeteu um trabalho aprovado, é possível conferir o local de sua apresentação nesse mesmo documento e, qualquer dúvida, veja o mapa do nosso evento aqui. Devido ao grande número de inscrições, as apresentações serão iniciadas pontualmente e, por isso, recomendamos que todos verifiquem os locais de suas apresentações com antecedência. Em breve daremos notícias sobre os debatedores convidados para cada sessão e sobre a publicação do caderno de resumos.

      Nesta semana, traremos mais informações também sobre as oficinas que serão realizadas no EDICC 5 🙂

      25/04, das 8h às 10h: veja sessões de comunicações orais e relatos de experiência

      QUARTA-FEIRA, 25 DE ABRIL, DAS 8H ÀS 10H

      COMUNICAÇÕES ORAIS

      SESSÃO 7 | SALA 15 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): MARCIA ROSA

      ● CULT, revista (d)e cultura em fluxo: transbordar papéis, telas e ideias para resistir na Era Digital , de Beatriz Guimarães de Carvalho
      ● Profissão Repórter: um novo modelo de reportagem na televisão?, de Joice Aparecida dos Santos
      ● Comunicação e tecnologias nos anos 10 por André Dahmer , de Fernanda de Alcântara Pestana Bazan
      ● A exibição de filmes documentários no Museu da Imagem e do Som de Campinas , de Eduarda Wilhelm

      SESSÃO 8 | SALA 16 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): ÉRICA SPEGLICH

      ● O papel dos vlogs na divulgação científica: o caso do ScienceVlogs Brasil, de Raphaela Velho
      ● Comunicação da ciência na Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal): análises possíveis , de Hiago Rocha
      ● Cultura matemática dos falantes e matemática na Wikipédia de um idioma: possíveis relações , de Wilson Krugner Vicentim, João Alexandre Peschanski e Éder Porto Ferreira Alves
      ● O gênero textual como elemento de divulgação científica, de Luana Macieira Barbosa
      ● Ciência que atrai: o engajamento dos brasileiros em informações científicas, de Tatiana Gladcheff Zanon Spina

      SESSÃO 9 | SALA 1 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): SEBASTIAN WIEDEMANN

      ● Diários de experimentações africanas: criação e divulgação com devires negros, de Glauco Roberto da Silva
      ● Invocação do totem baleia branca: transbordar a escrita acadêmica através da reativação de um texto encantado , de Maria Carolina Scartezini Cruz
      ● Arte e ciência: a colaboração profícua do meio artístico na imagiologia médica, de Filipe Rafael Vebber
      ● Cultura e técnica: tentativa de uma reflexão não autocrática, de Rafael Alves da Silva

      SESSÃO 10 | SALA 2 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): VERA TOLEDO

      ● Planetários instalados no Brasil , de Marcelo Cavalcanti da Silveira e Marcus Granato
      ● A divulgação científica e a inclusão social , de Camila Binhardi Natal e Marcia Helena Alvim
      ● O museu e seus públicos: a percepção dos funcionários terceirizados sobre o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) , de Wellington Ricardo Ribeiro Pessanha
      ● Museu Florestal Octávio Vecchi: análise da atuação histórica em extensão e avaliação do potencial futuro em divulgação científica , de Paulo Andreetto de Muzio

      RELATOS DE EXPERIÊNCIA

      SESSÃO 8 | SALA 3 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): CRISTIANE DIAS

      ● Onde estão os linguistas na divulgação científica? , de Thiago Oliveira da Motta Sampaio
      ● Linguisticando na web: um relato de experiência sobre um canal de Linguística no YouTube , de Marcos Felipe Martins de Sant Anna
      ● Entre redes e percursos: (des)orientações da pesquisa em Linguística Aplicada , de Daniel dos Santos
      ● Fantástico Mundo Matemático: um canal no YouTube sobre divulgação matemática , de José Régis Azevedo Varão Filho
      ● Divulgação científica na interseção Ciência e Arte , de Felipe Conrado Fiani Felipe de Sousa

      SESSÃO 9 | SALA 4 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): PATRÍCIA MARIUZZO

      ● Utilização da música para compreensão da história política do Brasil , de Clara Sena Mata Oliveira, Augusto Antonio de Paula e Antonio Fernandes Nascimento Junior
      ● Transbordar e reexistir: divulgação cultural em uma abordagem decolonial, de Juliana Maria de Siqueira
      ● A arte teatral como instrumento de formação cidadã, de Yara Rosa Romanelli Campos Gonçalves da Silva, Thales Vinícius Silva e Antonio Fernandes Nascimento Junior

      24/04, das 16h às 18h: veja sessões de comunicações orais e relatos de experiência

      TERÇA-FEIRA, 24 DE ABRIL, DAS 16H ÀS 18H

      COMUNICAÇÕES ORAIS

      SESSÃO 4 | SALA 15 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): MARTA KANASHIRO E SIMONE PALLONE DE FIGUEIREDO

      ● Contribuições ao estudo da gestão do conhecimento e da colaboração universidade-empresa- governo: proposição conceitual e estudo de casos em Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia no Brasil , de Suzana Xavier Ribeiro e Marcelo Seido Nagano
      ● Difusão, comunicação e financiamento: uma análise da participação da Unicamp no PROEXT , de Marília Cintra
      ● Comunicação científica em interface digital: avaliação da usabilidade do portal de periódicos científicos da Unicamp , de Paula Corrêa Pereira
      ● (Re)pensando os big data: a crítica dos ECTS à noção instrumental dos dados, de Guilherme Cavalcante Silva
      ● Complexidades tecnológicas e mediações hipermidiáticas: elaboração de um texto por meio do reconhecimento de voz, de Felipe Parra

      SESSÃO 5 | SALA 16 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): SANDRO TONSO

      ● Um diálogo entre o curta-metragem Abuela Grillo e as questões ambientais, éticas, políticas, sociais e culturais , de Camila Oliveira Lourenço, Julia Amorim Monteiro e Antonio Fernandes Nascimento Junior
      ● Um diálogo entre o curta Águas de Romanza e as questões socioambientais, de Paulo Antônio de Oliveira Temoteo, Andressa Aparecida Castro e Antonio Fernandes Nascimento Junior
      ● As semeadoras de florestas: os processos de comunicação das mulheres coletoras da Rede de Sementes do Xingu , de Alessandra Schwantes Marimon
      ● Mulheres camponesas e seus quintais agroecológicos: diálogo de saberes em defesa da vida , de Eliane Aparecida de Almeida Barros
      ● A coleção do Museu Universitário da PUC-Campinas e os saberes acumulados entre grafismo, trançados e tramas , de Mariela Soares de Souza Dias

      SESSÃO 6 | SALA 1 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): DANIELA MANICA

      ● Ocupar e redigir: a ocupação e resistência nas redes sociais como ampliação da luta por moradia e justiça social – o caso do MTST , de Francis Paula Correa Duarte
      ● Nas ruas, redes e roçados: as TICs na comunicação popular da Marcha Mundial das Mulheres (2012-2015) , de Fabiana de Oliveira Benedito
      ● Redes digitais, infraestruturas e feminismos: um olhar sobre processos de atualização de resistência em contexto de concentração de poder e controle na Internet , de Débora Prado de Oliveira

      RELATOS DE EXPERIÊNCIA

      SESSÃO 5 | SALA 2 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): CELSO BODSTEIN

      ● A leitura de objetos de ciência e tecnologia: a experiência do Museu de Astronomia e Ciências Afins , de Cláudia Penha dos Santos, Tânia Pereira Dominici e Jair de Jesus Santos
      ● Arte e Ciência no Mundo da Lua: Divulgação Científica no Ambiente Escolar, de Julia Carolina Camargo de Jezus, Dayane Santos de Gois e Emerson Ferreira Gomes
      ● HQ “histórias de vidro em quadrinhos”: utilizando os quadrinhos para a divulgação científica , de Adriana Yumi Iwata e Karina Omuro Lupetti
      ● Exposições itinerantes como estratégia de divulgação do CeTICS – Centro de Toxinas, Resposta-Imune e Sinalização Celular , de Monica Lopes Ferreira e Adriana Mortara Almeida
      ● Núcleo Ouroboros de Divulgação Científica: arte, ciência e inclusão , de Karina Omuro Lupetti

      SESSÃO 6 | SALA 3 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): PEDRO CUNHA DE HOLANDA

      ● Desmistificando: entendendo o mundo dos microrganismos de forma lúdica e atrativa, de Gabrielle de Lima Batistella, Heloisa Bressan Gonçalves e Emerson Ferreira Gomes
      ● Experimentos de astronomia com materiais de baixo custo: Ensino por investigação em espaços não formais através do projeto Banca da Ciência, de Paulo Borges Viríssimo dos Santos, Carolina Jurgensen Gonçalves e Luis Paulo de Carvalho Piassi
      ● A ação dos jogos lógicos na perspectiva da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos , de Anna Clara de Freitas Couto, Maria Aparecida Costa e Breno Barros Elias
      ● PIBIC-EM como importante instrumento de divulgação científica entre jovens e suas redes de contato , de Rosana Aparecida Rogeri e Aquiles Tescari Neto
      ● Ciência com Pipoca: unindo conhecimento e entretenimento , de João Henrique Rafael Junior, Eduardo Vidal e Juan Azevedo

      SESSÃO 7 | SALA 4 DA ENGENHARIA BÁSICA

      DEBATEDOR(A): MARINA GOMES

      ● Mapeamento comunitário, sociedade e a comunicação de riscos e desastres: relato da experiência no Centro Cultural e Recreativo Cristóvão Colombo em Piracicaba , de Ayri Saraiva Rando e Cassiano Sampaio Descovi
      ● Extensão: Projeto, encontros e diálogos , de Fátima Denise Peixoto Fernandes, Thais Machado Cândido e Isabelle Simões Lira
      ● Estratégias para ampliar os resultados e construir uma rede de comunicação em prol do Pint of Science Brasil 2018 , de Stefhanie Piovezan e Denise Casatti
      ● Ciência ao Bar: sarau de divulgação científica como potencializador de uma cultura científica local , de Lucas Mascarenhas de Miranda e Gabriel Lopes Garcia